Pesquisar neste blogue

quinta-feira, setembro 24, 2009

Projecto Malaca XIII

(Foto emblemática da entrada para a praça portuguesa, um espaço de bares e restaurantes onde está também o museu, a igreja, a sala «escola» de computadores. Tudo virado para o estreito de Malaca, o Índico. )



Está a terminar a minha presença aqui no Bairro Português de Malaca. Hoje vai realizar-se um convívio, celebrando à mesa o que se fez no terreno. Amanhã seguirei para Kuala Lumpur, com a professora Cristiana Casimiro, que lecciona na Universidade local há seis anos, com a Cátia, que depois regressará ao bairro para cá permanecer oito meses; em KL, no sábado, apanharei o avião para Amesterdão, depois para Lisboa, onde espero chegar pelas duas ou três da tarde de domingo, seguindo então para Braga. Ainda vou com a esperança de votar!
Deixo esta gente e esta terra com saudade, fiz amizades, aprendi imenso sobre mim e sobre nós. Vou mais motivado e mais entusiasmado com a vida. Espero saber comunicar a todos o que aqui vivi, levo imagens, levo recordações. Não foi um apogeu de carreira, mas foi uma etapa significativa, humilde e demasiado exposta aos outros, uma verdadeira viagem fora do meu quarto. Não fiz tudo bem, fui desafiado a fazer e a mostrar, espero ter deixado também a mesma marca de humildade que aqui encontrei, a mesma altivez de espírito que serve de resguardo às críticas e a mesma paciência de esperar pelos frutos das árvores.
(Foto tirada pelo Edward, com a sua iguana, de quatro que tem e que se passeiam por sua casa; facto absolutamento impensável para mim, aqui tornou-se possível; a mesma experiência com a comida, com 0 estilo de vida. Em Roma sê romano - princípio que é ancestral para dizer tudo sobre a nossa adaptação.)
Se amanhã ainda tiver tempo colocarei imagens e impressões da festa de despedida. Agradeço a participação dos leitores, cujos comentários apreciei. Obrigado a todos, à Associação «Korsang de Malaca», à Cátia, a Mr. Banerji e sua família, à Jenny, em casa de quem fiquei instalado, aos grupos e seus directores, ao Regedor Mr. Pedro e ao comité do Bairro, ao meu grupo, ao meu Director, ao Estado Português, à minha família, ao meu amor.

6 comentários:

António disse...

Adorei o pormenor da meia branca. És mesmo transmontano friorento.És mesmo "gomes".

Anónimo disse...

"Saudade" é uma palavra que para quem é português entende e subentende nas entrelinhas de qualquer texto, aqui ela está em ''letras garrafais'' .

Tenho seguido o seu blog no projecto Malaca com grande entusiasmo, maravilhei-me e encantei-me tanto com as descrições como com as imagens, ao ponto de ser quase viciante.
Todos os dias passava aqui, para ver se alguma coisa de novo fora adicionada.


Bem Haja Mestre e tenha uma boa viagem de regresso.

Madalena Filipe

Anónimo disse...

Com o coração e a alma a "transbordar" de emoções vividas, saudades,recordações e experièncias únicas,é tempo da despedida e do regresso a Portugal.
Boa viagem e vote bem!

Gracinda disse...

Olá Zé
Se calhar últimas palavras aqui registadas e cabeça e coração cheios de experiências inesquecíveis...Todos a quem agradeces acabarão de algum modo por ser enriquecidos também. O saber e a experiência são para ser partilhados. boa viagem e que chegues realmente a tempo de bem votares
Mais um abraço amigo sem gripe
gracinda

Anónimo disse...

I wish you health and happiness every day!
Ich wunsche Ihnen Gluck und Gesundheit jeden Tag!
Je vous souhaite sante et bonheur chaque jour!

網路行銷
seo
網路行銷
seo

Anónimo disse...

muito me contas