Pesquisar neste blogue

quinta-feira, maio 24, 2007

Em memória da Maria José Costa

Eu levarei comigo as tuas cinzas,
Lançá-las-ei em terra de palavras,
Serão flores discretas muito lindas,
Hão-de colher-se em vozes partilhadas.

2 comentários:

Gracinda disse...

Eu também guardarei as cinzas no meu coração...porque viamo-nos poucas vezes mas ligavam-nos laços fortes de verdadeira amizade!Temos de nos juntar para a celebrarmos juntos já que juntos não estivemos na sua passagem às cinzas.
Gracinda

Ibel disse...

Ainda são as palavras, pequenos-grandes gestos que nos viram do avesso e aguçam as lágrimas.Da alma nem se fala.Fica tolhida com tanta ".carrada de ternura" e tanta cereja de sensibilidade.
O teu blog é uma janela em que apetece deixar cair os olhos.Continua a colorir com palavras, mesmo ou sobretudo, porque falam de cinzas.Gostei de janelar.Fidalga.
Ibel